Rapidinhas da Política (25/08)

Os vereadores Élson Campos (DEM) e Gustavo da Serraria (PV) ainda não oficializaram qual o grupo majoritário irá compor nestas eleições. A todo custo, Resende afirma que os dois, e os três partidos que englobam, irão compor sua base aliada. Por outro lado, o vereador Gustavo alegou que só decidirá para qual grupo vai no prazo limite de coligação.

DE NADA PRA LUGAR NENHUM:

O ex-vereador Paulo Fárias deverá ser candidato nas eleições deste ano pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). No mesmo partido também deverão ser candidatos Miaeiro, Marcelo Motos e João Paulo Lemos. No globo da morte, Paulo Farias corre o sério risco de não conseguir se eleger.

BRUNO AINDA COM ESPERANÇAS:

O prefeito afastado Bruno Martiniano (PTdoB) afirmou que voltará a ser prefeito de Gravatá, terminará o mandato e será candidato nas eleições de outubro próximo. Afastado da prefeitura, e não tendo os méritos do processo de intervenções julgadas pelo Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Bruno acredita que o resultado do processo será positivo.

JÚNIOR DE PAULO PODE TENTAR MAJORITÁRIA:

O ex-presidente da Câmara de Gravatá, Júnior de Paulo (PRP) alegou em algumas conversas a sua pretensão sem ser candidato a prefeito nas eleições deste ano. A estratégia seria, possivelmente, lançar a esposa dele, Sheyla Cartaxo, como candidata a vereadora e tentar uma candidatura majoritária.

SIMPATIA TOTAL:

João Filipe, filho do ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB), foi visto neste último final de semana em um restaurante do polo moveleiro. Ao chegar no local o jovem, formado em medicina, foi cordial com o público lá presente, cumprimentando todos, inclusive políticos oposicionistas ao pai dele. Se tem uma coisa que ele herdou do pai foi o jeito positivo de fazer política.

MARCANDO TERRITÓRIO:

O pré-candidato a prefeito, Júnior Darita (PTN), publicou em suas redes sociais um vídeo onde o senador Armando Monteiro (PTB) aparece apelando por votos ao seu ex-correligionário. Darita deixou o PTB com medo de que o azedume da última campanha política respingue nas eleições deste ano. O PTN poderá fazer uma composição com o PSOL para estas eleições e conta com trinta pré-candidaturas ao cargo de vereador.

JOAQUIM E SEU GRUPO:

Com onze partidos aliados, e outros três em stand-by, o grupo de Joaquim Neto (PSDB) está praticamente desenhado para as eleições deste ano. Sem muitas estrelas, mas com fortes potenciais pré-candidatos, a majoritária de Joaquim poderá ter o maior número de vereadores eleitos nestas eleições. Recentemente o tucano se reuniu com os presidentes dos partidos que compõem sua base.

RAFAEL PREQUÉ:

O vice-prefeito Rafael Prequé (PRB) tem aproveitado o tempo livre para se dedicar a família e alguns amigos. O político disse que nos próximos dias enfrentará o desafio de uma campanha majoritária e isto o afastaria, temporariamente, de sua família. Para alguns líderes políticos, Rafael alegou que não vai desistir da candidatura e tem montado um nivelado grupo de pré-candidatos.

WALDEMAR, POR ONDE ANDA?

O deputado Waldemar Borges (PSB) já se ausentou parcialmente dos bastidores da política de Gravatá. O líder do governo na ALEPE teria se aproximado da campanha da esposa dele, Luciana Santos, pré-candidata a prefeita de Olinda. Luciana figura como favorita naquela cidade.

O GLOBO DA MORTE ESTÁ NO PR:

Por onde se anda, comenta-se que o grupo “globo da morte” será encabeçado Partido Republicano (PR). Muitos parlamentares de mandato irão compor a majoritária e proporcional. Com pulga atrás da orelha, alguns pré-candidatos já ameaçam se afastar o grupo, mesmo que subliminarmente. Eles temem que o CHAPÃO reprima os seus correligionários e pretensos eleitores. No globo da morte estão: Fernando Resende (PR); Léo Giestosa (PR), Angélica de Ademir (PR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui